top of page
income markets.jpg

ANÁLISES

Fique a par das novidades do mundo da alta finança e mantenha-se atualizado para fazer os melhores investimentos no momento certo.

ARTIGOS DE OPINIÃO

ANÁLISES  DE MERCADO

LANÇAMENTO DE ARTIGOS

NOVIDADES FINANCEIRAS

Taxas de juro e montantes de novos empréstimos e depósitos

O Banco de Portugal divulgou hoje as estatísticas de taxas de juro e de montantes de novos empréstimos e depósitos bancários de empresas e particulares atualizadas para fevereiro de 2024.



Crédito à habitação - Taxas de juro e montantes de novas operações



➡A taxa de juro média das novas operações de crédito à habitação passou de 4,05%, em janeiro, para 3,91% em fevereiro;


➡Os novos contratos de empréstimos à habitação diminuíram 47 milhões de euros, para 1137 milhões de euros;



As renegociações de crédito à habitação diminuíram 116 milhões de euros relativamente a janeiro, para um total de 642 milhões de euros;


➡Em fevereiro, os novos empréstimos à habitação foram maioritariamente contratados a taxa mista (isto é, com taxa de juro fixa num período inicial do contrato, seguido de um período em que a taxa de juro é variável);


➡ A taxa mista foi aplicada a 72% do total de novos empréstimos à habitação;



➡ A prestação média mensal do stock de crédito à habitação foi de 426 euros, não se alterando relativamente a janeiro. Este foi o primeiro mês desde o início da série estatística, em dezembro de 2021, para o qual não se observou um aumento da prestação média mensal.




Taxas de juro e montantes de novos depósitos



➡ A taxa de juro média dos novos depósitos a prazo de particulares diminuiu pelo segundo mês consecutivo, passando de 2,90%, em janeiro, para 2,81%, em fevereiro;


➡O montante de novas operações de depósitos a prazo de particulares totalizou 7548 milhões de euros em fevereiro, uma redução de 2040 milhões em relação ao mês anterior;


➡A taxa de juro média caiu em todas as classes de prazo;


➡A taxa de juro média dos novos depósitos com prazo até 1 ano diminuiu 0,10 pontos percentuais (pp), para 2,82%. Apesar da redução, esta continua a ser a classe de prazo com a remuneração média mais elevada e representou 97% dos novos depósitos em fevereiro;


➡Nos novos depósitos de 1 a 2 anos, a taxa de juro média diminuiu 0,26 pp, de 2,65% para 2,39%, enquanto a remuneração média dos novos depósitos a mais de 2 anos decresceu de 2,12% para 2,06%;



➡A evolução da taxa de juro média dos novos depósitos foi semelhante para o conjunto dos países da área do euro (de 3,20% para 3,17%);


➡Apesar da redução observada na remuneração média dos novos depósitos, Portugal manteve a sua posição no conjunto de países da área do euro.



Fonte: Estatísticas do Banco de Portugal referentes a taxas de juro e montantes de novos empréstimos para fevereiro de 2024.


Pode obter mais informação em:


Obrigado.

Fernando Marques




105 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

댓글


bottom of page