top of page
income markets.jpg

ANÁLISES

Fique a par das novidades do mundo da alta finança e mantenha-se atualizado para fazer os melhores investimentos no momento certo.

ARTIGOS DE OPINIÃO

ANÁLISES  DE MERCADO

LANÇAMENTO DE ARTIGOS

NOVIDADES FINANCEIRAS

Ouro e dividendos – Gold Royalty Companies

Atualizado: 19 de nov. de 2020

Há algumas frases e ideias que tendem a ser intemporais.

Uma das que mais gosto foi proferida por Herbert Hoover (sim, o presidente dos EUA entre 1929 e 1933), que disse:

We have gold because we cannot trust governments.”

Existem várias maneiras de olhar para esta icónica frase mas uma que gostava de realçar, é o papel do ouro como reserva de valor e algo que tende a ser desejado em tempos de maior incerteza e instabilidade política (e económica). Soa familiar? Acho que basta olhar à volta e abrir os jornais ou ouvir as notícias. Neste clima atual de conflitos internacionais (Guerra comercial entre EUA e China, tensões entre o Japão e a Coreia do Sul) e nacionais (Brexit, Hong Kong e gilets jaunes), como acham que o nosso amigo metal dourado se tem comportado? Espetacularmente bem! De facto, à data em que este artigo é escrito, o Ouro está a valorizar 18% desde início de 2019.

Sem querer puxar demasiado a brasa à sardinha da Income Markets, num webinar para a corretora XTB Online Trading a 13/04/2019 publicámos uma análise onde se pintou um cenário bastante Bull para o ouro, tendo o mesmo subido dos $1,280 para os $1,400 (23/06/2019) e os atuais $1,485. Uma espetacular valorização de 16% em 4 meses.



Este artigo não se destina a explicar o porquê deste movimento extremamente Bull do ouro, pois esse tema já foi abordada (e muito bem) por colegas e analistas da Income Markets em artigos/conferências anteriores. Em suma, o cenário atual tem sido ideal para o ouro porque temos um ambiente de grande incerteza política, acompanhado por um abrandamento do ritmo de crescimento económico global, perspetivas económicas desanimadoras e taxas de juro próximas de zero (até mesmo negativas!) à volta do mundo.

Como a Income Markets não se dedica ao Trading mas sim a fomentar a literacia financeira da sociedade, o artigo de hoje destina-se a apresentar uma alternativa para o investidor comum de como beneficiar com a subida do preço do ouro. Esta alternativa será potencialmente mais interessante para os investidores que prefiram uma maneira de obter um retorno de médio longo prazo, através de uma estratégia de buy and hold. Antes de ir ao cerne de questão, nunca é demais referir que qualquer investidor que seja sério sobre o seu portfólio de investimentos deve em primeira instância diversificar. Diversificar e bem, entre diferentes classes de ativos, estratégias de investimento, moedas e setores. A diversificação é o único almoço grátis que temos nos mercados financeiros.

Para um portfólio maioritariamente constituído por ações, poucas ativos oferecem um benefício de diversificação tão grande como o ouro, por ser um ativo de refúgio de referência, não dependente do ciclo económico, ter uma fraca correlação com o mercado acionista global e ser independente de qualquer governo ou Banco Central. Contudo, infelizmente o ouro não paga dividendos… Mas quão bom seria se pagasse?

É aqui que as empresas mineiras no sector do ouro entram em ação mas sendo que as ações são notoriamente conhecidas por serem um investimento de risco, existirá algum subgrupo, dentro de todas as empresas do sector mineiro do ouro, que demonstrem um historial superior às restantes? Sim, as Gold Royalty Companies.

Como funcionam?

Construir e operar uma mina é MUITO dispendioso. Muitas vezes as empresas mineiras deparam-se com depósitos promissores mas não dispõem dos recursos necessários para extrair o ouro. As Gold Royalty companies fazem um pagamento inicial, à cabeça, à empresa mineira e em contrapartida recebem uma percentagem fixa da produção total da mina enquanto esta continuar operacional. Com este modelo de negócio, a empresa recebe uma percentagem das vendas do ouro sem ter os custos inerentes à mineração, comercialização e armazenamento do mesmo. Tudo o que faz é financiar empresas e ajudá-las a gerir os seus negócios. Eis a melhor parte:

– Quanto o preço do ouro sobe, os pagamentos de royalties recebidos também sobem;

– A empresa não está exposta aos vários custos variáveis e riscos de gerir as minas. Tal como greves, riscos políticos, acidentes e indeminizações, custos ambientais, custos judiciais ou com novas legislações.

Performance VS outras empresas na indústria:

O universo de empresas que operam na indústria extrativa é vasto e a maneira como o fazem exatamente varia. No gráfico abaixo, podemos comparar a performance de um índice de Junior Producers (empresas mais especulativas ainda na fase de inicial de produção/prospeção de ouro), Senior Producers (empresas mais maduras que operam normalmente várias minas de grande dimensão), Royalty Companies e o próprio preço do ouro:




Como podemos observar, destes três tipos apenas as Gold Royalty Companies tiveram em média uma performance superior ao preço do próprio ouro nos últimos 10 anos. Não sendo isto uma recomendação de investimento, podemos também comparar a mais recente performance do S&P500, Ouro e as três principais Gold Royalty Companies – Franco-Nevada Corp, Sandstorm Gold Ltd e Wheaton Precious Metals Corp.



Conclusão:

Todo o portfólio de médio-longo prazo, de qualquer investidor, deve procurar ser tão bem diversificado quanto possível e historicamente o ouro, devido a todas as suas idiossincrasias, desempenha um papel importante neste processo. Quer seja através de ações individuais (mais arriscado) ou de fundos de investimento/ETFs (menos arriscado) o leitor deverá explorar, atendendo à situação pessoal/financeira e perfil de risco, quais são os potenciais benefícios que podem advir da adição de ouro, ou empresas relacionadas, aos seus portfólios.

“A maior parte dos investidores sobrestima o que pode ganhar num ano e subestima o que pode ganhar no longo prazo”

João Feliciano Martins

15/09/2019

13 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page